Alimentação saudável começa nos primeiros anos de vida
24 de fevereiro de 2022
O pacote do veneno afeta bem mais do que a sua alface
3 de março de 2022
Exibir tudo

O que fazer com os alimentos depois de voltar do mercado?

Higienizar os alimentos antes de consumi-los é cuidar da saúde, é evitar a disseminação de doenças. Em um momento de pandemia, essa prática se faz ainda mais importante. A pesquisadora Bernadette Gombossy de Melo, do Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC), conta para o Jornal da USP no Ar qual a melhor forma de realizar tal higienização e evitar a propagação do coronavírus.

Apesar das recomendações de distanciamento social, ir a padarias, mercearias ou mercados para comprar mantimentos é inevitável. Portanto, neste momento, os primeiros cuidados já devem ser tomados: higienizar as mãos antes de sair, assim que retornar e caso toque em algum objeto; utilizar máscara; manter distância das outras pessoas.

Ao retornar, “antes de entrar em casa e manusear as compras, lava-se novamente as mãos, põe-se as compras em uma determinada área e, então, absolutamente tudo deve ser higienizado”, explica a pesquisadora. A limpeza dos alimentos deve ocorrer da seguinte forma, ainda segundo Bernadette: “Primeiro [deve-se lavar] com água corrente para a remoção do material orgânico. Então, mergulhar em uma solução de água sanitária apenas com hipoclorito de sódio. Por fim, água corrente de novo para remover o cloro”. Todos os alimentos devem ser rigorosamente higienizados para evitar a contaminação pelo coronavírus.

A rapidez com que se compartilha informações em redes sociais, hoje em dia, permite a difusão das mais variadas teorias sobre higienização de alimentos. Bernadette comenta algumas delas: “Está mais que comprovado que nem vinagre nem limão têm efeito sanitizante. A única coisa que tem efeito sanitizante é o cloro ativo, presente na água sanitária”. Por outro lado, a proposta de que o cozimento elimina o coronavírus possui base científica, já que “o vírus não tem resistência térmica”, de acordo com a especialista.

Apesar dos cuidados especiais que devemos ter nesse período, a pesquisadora aponta que tais medidas de higiene dos alimentos sempre foram recomendadas. Ela ainda destaca outros perigos, que ficam ofuscados pela covid-19, mas também apresentam grande risco: “A gente está preocupado com o coronavírus, mas esquecemos de que existem muitos outros contaminantes, você pode pegar [por meio de alimentos mal higienizados] uma gastroenterite, uma infecção alimentar”. Para mais informações, é só acessar o site do Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC).

Fonte: Jornal da USP

Iniciar conversa
Precisa de ajuda?
Bony Cestas
Olá,
Em que podemos ajudar?