Benefícios da manteiga que podem mudar sua opinião
10 de setembro de 2018
O Queijo e os benefícios para a saúde
12 de setembro de 2018
Exibir tudo

O pão é um dos alimentos mais antigos

O pão é um dos alimentos mais antigos e conhecidos do mundo. Há também muitos tipos diferentes de pão, de acordo com a forma, a massa, mas também o clima e o lugar onde é produzido.

A Itália ocupa um papel de primeiro estágio para o cozimento artesanal em nível mundial. Nosso país forneceu uma contribuição fundamental para a disseminação da cultura do pão, apenas para lembrar as padarias do exército romano. Desde então, a Itália sempre foi protagonista na área de panificação e nas máquinas de panificação e padaria.

O pão já era conhecido pelo Homo sapiens, naquele tempo o pão era preparado moendo alguns cereais com água entre duas pedras, depois assando a massa em uma pedra quente. Depois disso, a técnica de panificação se espalhou para o Egito, onde a fermentação foi descoberta, esse é o fenômeno pelo qual a massa, deixada para descansar por um dia e depois assada, resulta em um pão mais macio e perfumado. Judeus em vez disso, comem o pão durante a comemoração do seu êxodo do Egito. Do Egito, a panificação chegou à Grécia, onde mais de 70 diferentes qualidades de pão foram produzidas. Os gregos tiveram a ideia de inserir na receita base alguns outros ingredientes, como leite, óleo, queijo, ervas e mel. Eles também foram os primeiros a fazer pão à noite.

Desde então, os métodos de processamento do pão mudaram, especialmente as ferramentas de panificação trocadas. Os principais processos de fabricação são a massa, a fermentação a granel, onde a massa é deixada em repouso, depois a divisão e no final o arredondamento e moldagem da esponja. Nesta última fase a massa ou esponja é dividida em pedaços do peso e forma desejados. Durante o estágio de fermentação, o pão é colocado em algumas tábuas de madeira ou em formas de cozimento até que seu volume aumente ou duplique. Agora todos esses processos são feitos por máquinas automáticas, permitindo a produção de muito mais pão e também o consumo de massa de pão.

As pessoas que trabalham na panificação e na indústria de confeitaria artesanal precisam aproveitar a oportunidade oferecida pelo futuro. Os nutricionistas recomendam o pão como alimento básico para a nutrição diária. Esta é uma comida barata e saudável. Agora é o momento de fortalecer essa tendência e desenvolvê-la ainda mais.

Vamos ver algumas dicas para o pão:

1. Para assar o pão de queijo feito com polvilho azedo, coloque em forno bem quente e vá abaixando o fogo, gradativamente, depois que o pão estiver crescido, até que ele seque. Caso contrário, o pão ficará murcho e puxa-puxa.

2. Para a massa do pão crescer mais rápido, sove bem e coloque num saco plástico bem fechado.

3. A massa do pão ficará bem fofa e leve se você acrescentar uma batata cozida, fria ou morna, passada no espremedor.

4. Para você saber se a massa do pão está no ponto, estire a massa e corte ao meio. Se a massa tiver muitos furinhos, ela não estará no ponto. Caso contrário, ela já poderá ir ao forno.

5. Para assar pão, coloque junto, na parte de baixo do forno, uma vasilha refratária cheia de água. Assim, o pão ficará com uma crosta mais dura. E não convém abrir o forno nos dez primeiros minutos.

Wilian Sales
Wilian Sales
Especialista em desenvolvimento de sites, lojas virtuais e sistemas. Faço parte da equipe que compõe a empresa Sales Publicidade. Atuamos em diversas áreas destinada ao Marketing. Faço publicações de artigos em blogs e nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image

%d blogueiros gostam disto: