Como é feito o azeite de oliva
24 de setembro de 2019
Amido de milho e suas diversas utilidades
2 de outubro de 2019
Exibir tudo

Saiba quais são os pontos diferentes da carne vermelha

Avocado

O consumo de carne vermelha, pode ser feito de diversas formas, passando por vários pontos de cozimento ou até mesmo crua. Para um bom apreciador de carne e que gosta de preparar a sua própria carne para comer, ou para servir em família e entre os amigos, é muito bom saber como ela pode ser preparada de forma que mantenha o sabor e o ponto certo desejado.

O preparo de carne tem muitas características diferentes, depende de gosto e de como você irá querer que a carne fique para ser servida. Uma técnica muito usada é o selamento de carnes, que consiste basicamente, em esquentar a gordura, podendo ser azeite, manteiga ou óleo, em uma frigideira quente e adicionar a carne já temperada, e ir selando de lado a lado, em média um minuto. Esse método é utilizado para que a carne fique dourada na sua superfície exterior, sem afetar a textura interna, que ficará quase intacta. Com esse preparo a carne permanece macia e muito suculenta.

Carne mal passada

Esse preparo é um dos preferidos dos churrasqueiros de plantão, por seguir o mesmo método do selamento da carne, onde ela entra em contato com um ambiente onde a quantidade de calor é muito grande (churrasqueira) por um curto período de tempo. Dessa forma a parte superior irá ficar grelhada e será mantido a estrutura original no seu miolo, além de manter concentrado o suco da carne, e assim mantendo uma coloração avermelhada.

Para que esse método possa trazer o resultado esperado, será preciso que haja um tempo  maior de cocção, normalmente esse tempo é de 3 minutos para cada lado da carne. Utilizando um termômetro culinário, fica mais fácil de controlar a temperatura, para ficar no ponto desejado, espetando ele na carne é preciso que atinja a temperatura 52° a 55°C.

Mas caso não tenha o termômetro, encontramos uma dica muito legal, que é espetar uma faca de ponta fina até o meio da carne, retire a faca e com cuidado coloque em contato com seus lábios. Se a ponta da faca estiver fria, a carne está mal passada. Segundo especialista esse macete não tem erro.

Carne ao Ponto

Nessa variedade de cozimento, a carne não estará nem mal passada e nem bem passada, estará ao ponto. A carne ao ponto estará com sua estrutura interna modificada, tendo uma consistência mais firme, mas sem preder a suculência.

Por ter tido um tempo maior de sucção, aproximadamente 6 minutos cada lado, para um pedaço de carne com corte aproximado de 2cm de espessura, a superfície estará mais caramelizada, ficando com uma cor mais dourada e tostada, no miolo irá permanecer um tom rosado.

Mesmo sendo uma carne mais cozida e com textura mais firma, mesmo assim ainda estará macia e com aspecto suculento e saboroso. Por isso esse método também é muito apreciado por muitos, principalmente aqueles que não tem muito gosto por carnes que esteja com aspecto de crua, como as vezes pode ser reparado em carnes mal passadas.

Para esse método a utilização do termômetro também é indicada, o centro da carne deve estar em uma temperatura de 60° a 65°C. Para que possa ser utilizado o macete de espetar com a ponta da faca, o metal da faca deve estar morno quando retirado da carne.

Carne bem passada

Esse é o ponto da carne, onde ela ficará mais consistente e com menos líquidos, podendo ficar um pouco ressecada. Porque com mais tempo de cocção, a carne fica mais desidratada e perde a suculência e o sabor característico da carne.

Esse é considerado o ponto para aqueles que não são muito adeptos a comer carne, preferindo come-la assim por se sentir mais seguros de que não irão ingerir carne crua ou semi-crua, e muitos por questões de saúde esse é o ponto ideal para consumir a carne.

Quando a carne é bem passada, logo se percebe por causa da sua coloração, que fica alterada por dentro e por fora, onde a superfície é apresentada de forma escura, com uma aparência de tostada e o interior com uma cor marrom. Esse é o ponto que pode ser o mais difícil, pois se passar um pouco a carne pode se tornar um pedaço de carne queimada.

Para que fique de forma satisfatória, a temperatura interna da carne não pode passar dos 70°C, por isso o que especialistas recomendam é selar a sua superfície primeiro e depois cozinha-la a fogo baixo por aproximadamente uns 10 minutos em fogo baixo, para que dessa forma não queime a superfície e garanta um cozimento interior integral.

 

Wilian Sales
Wilian Sales
Especialista em desenvolvimento de sites, lojas virtuais e sistemas. Faço parte da equipe que compõe a empresa Sales Publicidade. Atuamos em diversas áreas destinada ao Marketing. Faço publicações de artigos em blogs e nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image

%d blogueiros gostam disto: